FEIRA LIVRE DE SÃO JOAQUIM – SALVADOR/BAHIA – PATRIMONIO IMATERIAL DO BRASIL.

21 out

“No dia 29 de setembro de 2011, o colaborador do SEBRAE Nacional, Ludovico Wellmann Da Riva, visitou em Salvador, na Bahia, a Feira de São Joaquim.
Considerada Feira Livre Patrimônio Imaterial da Bahia, devido sua história de resistência cultural secular, espaço referência da identidade, da memória, e das práticas sociais da população de Salvador e do Brasil.
Nesta Feira, o Governo Federal e o Governo do Estado da Bahia, irão implantar a modernização da estrutura, capacitação dos feirantes, incluindo este local histórico como cartão postal turístico, pois atualmente já recebe milhares de pessoas diariamente.
Estão previstos investimentos superiores à 45 milhões de reais no local.
O consultor do SEBRAE, Sr. José Alberto Costa Muricy, desenvolve atualmente o trabalho pelo SEBRAE/BA de Requalificação e Reestruturação da referida Feira Livre. Projeto este apresentado aos parceiros presentes na reunião organizada pelo Governo do Estado.
Fora demonstrado o espaço transitório criado pelo governo ao lado da Feira atual, para a transferência provisória dos feirantes (em partes/lotes) enquanto a obra de reestruturação é realizada, para não prejudicar a comercialização neste período.
Após as apresentações institucionais e reunião conclusa, foi feito uma visita in loco à Feira de São Joaquim, com o acompanhamento do Sindicato de Feiras Livres da Bahia, mostrando a realidade atual e as expectativas para um futuro próximo.
O SEBRAE Nacional está analisando a possibilidade de atuar no ambiente das Feiras Livres, no intuito de melhorar a gestão, a qualidade e a apresentação dos produtos, podendo transformar este importante canal de comercialização consolidado e secular, em uma ferramenta de marketing e venda dos pequenos agricultores locais, aumentando e diversificando o público consumidor, fomentando o empreendedorismo, formalizando as diversas atividades informais, além de subsidiar as capacitações necessárias para uma padronização e qualificação mínima exigida pelas legislações vigentes no País.
Esta visita fora de suma importância, para o início do desenvolvimento pela instituição de ações focadas neste setor da economia, basicamente formada por Pequenos Produtores Rurais, e MPEs das mais diversas áreas econômicas.
Dentro desta perspectiva de trabalho, o SEBRAE irá visitar outros importantes pólos de comercialização, considerados “modelos” ou “históricos”, para a construção e definição das ações institucionais em benefício às MPEs.”

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: